Chris Durán conta como abandonou a fama para servir a Deus

O cantor Chris Durán, que recentemente lançou seu mais novo trabalho pela gravadora MK Music, o CD Elohin, esteve no programa Amplificador (Rede Super) testemunhando sua transformação de vida. Em entrevista para a apresentadora Pricila Coelho, o artista iniciou contando como o meio secular pode ser sedutor.

“O meio secular, seja do cinema ou da música, há um poder que não podemos negar, de encantamento. É o flautista que começa a tocar a música e a serpente começa a ficar hipnotizada e a se mover. Então, o mundo gerado pelas trevas é constituído de forma em que bilhões de pessoas dançam a música do encantamento daquele que rege. Até que um decida não mais dançar aquela música”, disse.

Questionado sobre como aconteceu sua conversão, o cantor disse: “Eu creio que foi totalmente uma escolha de Deus. Deus escolhe. Jesus diz: ‘Mas, eu vos escolhi’. Então, eu estava trabalhando em Miami, em um ponto onde eu viajava para toda a América Latina, onde foi lançado o meu CD. E ali aconteceu que eu entrei em uma igreja evangélica, por acaso e por curiosidade”, contou.

“E ali havia uma adoração, havia um louvor de jovens que estavam adorando a Deus e houve o primeiro toque do Espírito Santo. Eu comecei a descobrir a Bíblia a partir desse dia”, revelou.

Leitura da Palavra

“De repente, quando eu comecei a ler a Bíblia, eu dizia: ‘Isso aqui está errado’. Era como um espelho revelando a essência verdadeira de um cantor que o mundo dizia que era rico, maravilhoso, lindo, mas na realidade eu era pobre, cego e nu”, pontuou Chris.

“A imagem que Deus projetava de mim não era a mesma imagem que o mundo projetava de mim. E de repente me vi sujo, podre, com o espelho da verdade. Pois aí está, evidentemente, com a ajuda do Espírito Santo que mostrou minha verdadeira essência de um pecador que precisava se jogar nos pés do Senhor Jesus e se arrepender dos seus pecados”.

Confira a entrevista na íntegra: